Grã-Bretanha pode criar seguro obrigatório para cães


O governo da Grã-Bretanha estuda a introdução de um seguro obrigatório para donos de cães, depois que o número de vítimas de ataques destes animais chegou a mais de cem por semana, de acordo com autoridades de saúde britânicas.

O carteiro Paul Coleman, de Sheffield, na Inglaterra, é uma dessas pessoas. Ele foi derrubado e atacado durante vários minutos por dois cães e precisou de enxertos para recompor as pernas.

Ele afirma que só pensava em tentar afastar os cachorros dele, mas que depois de cerca de dois minutos, passou até a bloquear a dor que sentia.

A Sociedade Real Protetora dos Animais (RSPCA, na sigla em inglês) diz que em várias cidades do país a situação está fora de controle.

O ministro do Interior, Alan Johnson, afirma que o governo estuda também emitir notificações a donos de cães agressivos, ampliar o número de raças consideradas perigosas e a proteção das pessoas para locais privados e públicos.

No entanto, a oposição conservadora diz que o governo trabalhista ignorou o problema por tempo demais.

Fonte: BBC Brasil